terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A AMANTE IDEAL....

Amante ideal...todas já sonharam ou sonham com isso...Será?????

Toda mulher já sonhou ser, algum dia, a amante ideal. Aquela que todos os homens sonham, desejam, inesquecível, especial ou, melhor ainda, a única. Toda mulher já foi um dia, na realidade ou fantasia, esta amante. Mas, a maior parte das vezes, sente-se apenas “mais uma”...
Ninguém nasce sabendo. Especialmente, nenhuma mulher nasce sabendo ser mulher. O universo feminino é um intricado labirinto que mistura fatos fisiológicos com preconceitos ditados pelos diferentes interesses socioeconômicos de cada época, que seguem existindo até hoje. Mas, o que é ser amante? Como tornar-se uma? Como usufruir dessa posição, dentro e fora da ralação estável?
Tudo começa num simples fato da vida: existe o sexo. O sexo é e está em muitas coisas, manifesto em diferentes formas. Sexo pela continuidade da espécie. Sexo entre duas pessoas do mesmo sexo. Sexo pelo sexo. Sexo pelo poder. Sexo em relações estáveis. Sexo em busca do conhecimento interior. Sexo para a liberação da alma através do uso erótico do corpo. Sexo acontece. E acontece em qualquer situação visível ou invisível.
O sexo está no corpo. O sexo está na cabeça. É a vida e suas mudanças. E o sexo humano só lembra vagamente o sexo animal. Criamos tabus, inventamos limites, reprimimos desejos, discriminamos formas, tudo o que nos distancia radicalmente da natureza. Para sabermos onde, como, porque e com quem fazer sexo temos de nos orientar por normas, por sinais de nossas culturas..
Havendo proibições, há quem as queira desobedecer. Um prazer totalmente humano: o prazer de transgredir. Nesse contexto, temos então o sexo numa relação estável dentro de casa. E o sexo na rua, clandestino. Por que?
O amor é como a água. No começo de uma relação a paixão faz ferver... Ulálá...e como ferve...                                               A água em ebulição se transforma então em nuvem. Depois chove. Depois, ainda, pode fazer muito frio e a água pode virar gelo. Mas no final das contas é sempre água. Ainda bem... podemos constantemente provocar a sua mudança de um estado para o outro. Resgatar o desejo do começo do namoro. Reerotizar o casal. Respeitar o corpo e suas necessidades. Ser amante. Amada ou não. O amor só vale de graça, e no casamento o que não falta é cobrança. Contas e mais contas. Demandas e mais demandas. E o sentimento foge.
O sexo e o prazer são cheios de mucos que não combinam com excessos de respeito, asseio e assepsia. No casamento todas querem que sua casa seja um brinco. Todos elogiam a perfeição, tudo tão limpinho e enfeitadinho. Aparências... para ter tesão é preciso um pouco de baba, gosmas e pentelhos. Com a colcha tão arrumadinha, branquinha com seus 1000 travesseiros não dá ânimo de desarrumar. E assim muita mulher age com o parceiro: não pode se permitir ser olhada, tocada, desarrumada, despenteada, sugada. Troca o olhar de desejo e admiração de antes pelo olhar de crítica e repressão. Como a de uma mãe para o filho desorganizado. À noite, o amor é sacanagem. E poucos homens sabem ser sacanas com sua mulher, mãe de seus filhos. Assim como são poucas as mulheres que não vêem seus maridos como um sagrado provedor e pai.
Obscenidade é a fome. Imoral é o poder. O palavrão traduz toda a ignorância, a alienação do ser em relação a si mesmo e ao seu mundo. A foda – Isso é foda! -, que na prática é uma coisa tão boa, é expressão usada para caracterizar uma situação extremamente difícil ou penosa. Como se faz esse deslocamento de sentido? O respeito e o tesão são duas coisas absolutamente diferentes. Não é por respeito – ou desrespeito – que sentimos desejo por alguém. Por isso a hipocrisia reina. Faz-se de tudo o que se tem desejo – fora de casa. Experimenta-se de tudo com um terceiro parceiro – fora de casa. O desejo é uma das maiores forças da natureza. E pode-se sentir tudo isso entre as confortáveis paredes de sua casa com o incrível pai de suas crianças. Ser a amante ideal tem suas regrinhas básicas.
01.   Ser segura e confiante. Ter determinação e altíssima auto-estima. Se amar de paixão. Dessa forma nunca terá dúvidas se é ou não a mais desejada, se é ou não a mais fascinante. Apenas sinta-se.
02.   Ser divertida. Problemas, crises, stress????? Sempre existirão... não faça parte disso. A função da amante ideal é ser um oásis no caos. Não um problema a mais a ser resolvido. Esteja sempre de alto astral para namorar. O bom humor é fascinante e afrodisíaco. 
03.   Ser uma Deusa na cama. Esbanjar charme, beleza e tesão. Não ter vergonha de seu corpo, os defeitos são secundários quando se tem desejo no olhar.
04.   Ser disponível. Para o sexo, o parceiro, o amor, o romance... Tempo é o bem mais precioso que temos hoje. Profissionais ocupadíssimas, mães estressadas, donas de casa aficionadas à limpeza pesada: isso tudo é corta tesão.
05.   Resgate a feminilidade. Abrimos mão dela para conquistarmos mais liberdade e espaço. Podemos ter tudo. Comandar de rosa, ser competente de salto agulha e ser charmosa ao mesmo tempo. À noite na jaula de uma Madame Bovary, exibindo espartilhos burlescos, plumas para excitar e truques de gueixas. Não há nada melhor...e nem homem que resista a tanta sedução...e se ele resistir...ahhhh...pode pular fora que esse não é chegado no esporte...rsrsrs...
Queridos essa matéria é para fazer com que as meninas tomem posse do seu lado "puta" para seduzirem e enlouquecer seus parceiros...sejam damas na rua...santas...recatadas...como preferir...mas a noite minha amada...coloque seu salto 15 sua lingerie mais glamourosa e sensual...seus acessórios...e abuze da algema e do seu charme e goze muitoooooooooooo... 
Queridos tenham uma noite deliciosa...saudades de todos e querendo notícias na Miss e da Nega...por onde andam minhas madrinhas????? Bjs carinhosos...Mar...

sábado, 12 de fevereiro de 2011

TABUS DOS HOMENS

Descobrir as zonas erógenas do parceiro é sempre uma brincadeira para lá de interessante para se fazer debaixo dos lençóis. Mas nem todas as carícias são bem-aceitas pelos homens.
Por que será que alguns não gostam de chamegos próximos à região anal?

Essa questão, muitas vezes, está ligada à subserviência. Além disso, coloca-se em xeque a forma como a pessoa foi educada. "Normalmente o homem é criado para segurar o pênis, se masturbar, ter muitas parceiras, reproduzir, ou seja, mostrar que é macho. Ao contrário da mulher. Nem todas têm o costume de tocar em suas partes genitais e ter muitos parceiros".
De maneira muito errada, uma parcela dos homens liga o sexo anal ao homossexualismo. E, na verdade, não é bem assim. O ânus é uma mucosa erógena, e possui uma série de terminações nervosas assim como boca e genitais. Nada impede que o homem sinta prazer com uma mulher introduzindo a língua ou o dedo em seu ânus. Mesmo que ele não tenha atração pelo mesmo sexo, pode perfeitamente aceitar uma carícia desse tipo, desde que traga boas sensações...
É alto o percentual de mulheres que não praticam o sexo anal. Seja por questões religiosas ou comportamentais. Há religiões que não permitem certas práticas. Diante disso, tudo o que não reproduz - sexo oral, homossexualismo e sexo anal - é ainda um tabu para muitas pessoas...
O que leva um homem a provar novas carícias é estar bem em relação ao seu corpo e à companheira, o que reduz as dificuldades quanto à conduta sexual. Já atendi mulheres, cujos maridos pedem carinhos na região do ânus. Algumas delas se mostram apreensivas, colocam em xeque a masculinidade do companheiro. Isso é preconceito. Não é preciso ser homossexual para gostar desse tipo de carinho...
O que deixo de dica a vcs é que estejam conversando com seus parceiros sobre esses tabus, ao invés de ficar pensando "besteiras" e tirar conclusões erradas...


Bjs carinhosos...Mar...

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

NÃO TEM DESEJO SEXUAL???????


ausência de desejo sexual não é uma queixa exclusiva do período pós-menopausa, muitas mulheres jovens referem diminuição da libido ou mesmo ausência dela. Existem vários fatores que podem influenciar nesta questão, vamos então destaca-los.
Hormonal
Aqui está um motivo importante a ser investigado em mulheres jovens! Neste caso, a redução da libido pode ser decorrente de alterações na produção de testosterona, hormônio masculino produzido em menor quantidade pelas mulheres. Outro hormônio que pode estar alterado é a prolactina, hormônio que age conjuntamente com outros dois hormônios femininos, o LH e FSH.
Idade
diminuição da libido após a menopausa tem uma explicação na redução da produção hormonal da mulher, que também resulta em ressecamento vaginal e atrofia urogenital, podendo ser mais um fator desestimulante para a atividade sexual.
O impacto psicológico deste efeito é de extrema importância, sendo motivo principal na diminuição da qualidade de vida para muitas mulheres. A reposição hormonal é um aliado neste caso.Porém, alguns especialistas defendem que a idade pode ser uma aliada! Maturidade dá à mulher maior segurança do seu corpo e entendimento da própria sexualidade, o que pode ser um perfeito aliado para aumento da libido. Dessa forma, vai depender de como a mulher lida com a idade e seus ganhos!
Medicamentos
O uso de medicações hormonais, como os próprios anticoncepcionais, os antidepressivos, ansiolíticos e mesmo anti-hipertensivos, podem ser fatores que contribuem para adiminuição do desejo sexual. Esse é um dos motivos que se esquece de checar não é!?
Depressão
Neste caso, há um comprometimento importante do interesse sexual e consequentemente da capacidade de sentir prazer na relação, o que já é uma característica própria do estado depressivo. Sem o desejo não há efetivação do estímulo sexual, o que compromete também o relacionamento do casal.
Estresse e ansiedade
Motivo próprio do nosso mundo contemporâneo! Combinado com uma alimentação nada saudável e o excesso de peso, são o trio perfeito para a redução da libido. Reeducação alimentar e uma tentativa de organizar sua vida melhor é um bom conselho. Cada mulher deve reavaliar seu esquema de vida quando perceber que está afetando seu desempenho sexual, não dá para recomendar uma terapia ou aula de ioga se você nem tem tempo para isso. O melhor é reavaliar seu ritmo e reformular as coisas.
Além do excesso de trabalho, o estresse pode ser provocado por um acontecimento trágico na família, um parente doente, um fracasso inesperado em alguma atividade ou mesmo problemas no relacionamento conjugal.
Parto recente
Cheguei a um motivo problemático para algumas mulheres! As alterações no corpo ainda não bem aceitas são motivos importantes para uma série de mulheres. Porém, há um fator que influencia diretamente no desejo sexual, o aumento do hormônio prolactina, característico do período de lactação. Com a elevação de seus níveis, há inibição de outros hormônios femininos. Portanto, é passageiro.
Como você viu, fatores orgânicos e psicológicos interagem na alteração da libido. E o melhor, não precisa se desesperar porque atualmente os tratamentos são eficazes na quase totalidade dos casos.
Queridos como vcs estão????? Ando sumida por conta do trabalho, mas não esqueço de vcs...saudades de todos...Tenham um dia delicioso...bjs carinhosos...Mar...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails