domingo, 7 de novembro de 2010

VC FINGE NA HORA DA TRANSA?????

"A mulher que todo dia repete caras e bocas, gemidos, gritos ou uivos, sempre no mesmo padrão. É bom observar se os sinais de excitabilidade estão presentes, pois se você perceber esse clima teatral, é hora de se perguntar se você está colaborando para que a outra pessoa possa ser autêntica e até assumir uma dificuldade para atingir o orgasmo"
Muitos falam de sexo, orgasmo, novas posições, o que atrai e excita... Mas pouco se fala do comportamento frente ao prazer, principalmente do comportamento de gritar e gemer...


É muito grande o número de mulheres, para espanto dos homens, que finge o orgasmo. Já que cerca de 1/3 delas não consegue atingi-lo. Este índice já está tão incorporado por nós especialistas no assunto, que não há uma fonte específica para citar. Para muitas isso é tão natural, que elas dizem nunca terem dado chance para o parceiro desconfiar...


“É só gemer baixinho e depois aumentar a intensidade, morder o lábio, dar uns gritinhos e depois me deixar cair dengosa que ele acredita”,
diz M.L (32), representante comercial, que está de namorado novo há 3 meses. Ela veio em busca de terapia sexual, pois está cansada de dar ao outro o prazer, mas de nunca conseguir vivê-lo.
Mas de onde vem essa idéia de gemer e fingir orgasmo?
Em meados dos anos 1960, a liberação sexual possibilitou a mulher falar de sexo e prazer. Muitos dos filmes, desde a pornochanchada, até os mais explícitos, passaram a exibir uma mulher que desejava sexo e demonstrava seu prazer gemendo ou até urrando...

Esses filmes foram uma ‘escola de sexo’ para a maioria dos jovens a partir dos anos 60/70, sobre como se comportar e, principalmente, sobre o comportamento da mulher em sentir prazer. Para a mulher essa “escola” representou também uma forma de sinalizar ao homem como ele é 'poderoso' na sedução...
Aliás, esse comportamento um tanto teatral de gemer e gritar é muito freqüente em garotas de programa, que querem deixar os clientes excitados, sentirem seu poder em dar prazer e fazê-los gozar para findar o programa, pois ali, tempo é dinheiro...


Durante o orgasmo, que dura poucos segundos, alguns gemidos são normais, pelas alterações respiratória e cardíaca da mulher, que podem chegar a níveis muito altos...


Segundo a Dra. Franciele Minoto, ginecologista e terapeuta sexual, "A gritaria pode até ser sincera, mas não é uma reação fisiológica. A mulher não tem discernimento para medir palavras nessa hora", diz.
Alguns sinais podem dizer ao homem se a mulher atingiu o orgasmo
• Os batimentos cardíacos podem chegar a 160 por minuto;
• O rosto, o pescoço e o peito da mulher ficam vermelhos, isso é conseqüência de uma vasodilatação do sistema nervoso central;
• A musculatura do períneo, região entre o ânus e a vagina, tende a sofrer diversas contrações;
• Logo após o orgasmo há uma sensação de relaxamento corporal intenso.
O orgasmo feminino tende a ser mais demorado para se alcançar do que o masculino, devido a uma questão multifatorial relacionada a hormônios, aprendizagem corporal e biologia feminina. Por isso a mulher precisa de estímulos diferentes. Daí vem a importância das preliminares, que promovem um estado de excitação...
Caminho para o orgasmo
O caminho para o orgasmo feminino vem através de carícias, beijo, olho no olho, cheiro, sentir -se desejado e desejante. Esse caminho não pode
ser rápido demais, pois ele é um prazer tão ou mais importante que o orgasmo rapidinho. Alguns parceiros, machistas ou muito inexperientes, muitas vezes são omissos ou pouco investem nas preliminares: lembrem-se, muitos beijos - não é selinho - carinhos, mordiscadas e sem roteiro pré-definido - beijo na boca, nuca, pescoço, desce para mamas, carícias no corpo, sexo oral, para daí chegar à penetração...

Orgasmo começa na mente...
O orgasmo começa na mente. Por isso é preciso pensar em sexo, pensar com desejo naquela pessoa. Se ela estiver pensando em outros problemas como trabalho, dinheiro, rendimento escolar dos filhos... tudo isso desvia a atenção e essa mulher fica sem a possibilidade de começar ativar sua libido através de pensamentos e carícias.
Cerca de 30% das mulheres não atinge o orgasmo
Estima-se que perto de 30% das mulheres tenham disfunção orgástica, ou seja, não conseguem atingir o orgasmo. Mas isso não significa que as mulheres finjam orgasmo para enganar os homens. A maioria delas faz isso para agradá-los. Mas se tem alguém que está se enganando é ela mesma...
Eles também fazem cobranças em relação ao orgasmo. Elas preferem fingir para acabar logo com aquela relação que não dá prazer, pois não têm estimulo para sentir-se desejada de fato. Mas cuidado para não achar que sua parceira não possa expressar seu prazer de forma mais intensa. Pode sim, muitas mulheres podem gritar, urrar, e gemer de prazer. Às vezes mais, outras vezes mais timidamente, mas talvez seja a forma que ela achou de expressar sua sexualidade, e é muito positivo quando acontece naturalmente...
Mas não dá para deixar de alertar sobre a mulher que todo dia repete caras e bocas, gemidos, gritos ou uivos, sempre no mesmo padrão... É bom observar se os sinais de excitabilidade estão presentes, pois se você perceber esse clima teatral, é hora de se perguntar se você está colaborando para que a outra pessoa possa ser autêntica e muitas vezes até assumir uma dificuldade para atingir o orgasmo e buscar ajuda para chegar lá...
Queridos uma linda noite e uma semana deliciosa a todos....Bjs carinhosos...Mar...

14 comentários:

  1. Afffff isso de fingir não tá com nada, elas estão enganando a si proprias, isso sim.
    Nem tô bem hoje amiga, mas amanha vou ta melhor, espero.
    Te amo viu? Boa semana, beijos.

    ResponderExcluir
  2. e da pra fingir??? rs,eu nao conseguiria jamais... ou quero ou nao quero,enfim fazer amor é bom demais pra fingir né,

    minha amadinha vc sempre tão gentil,como vc esta? espero que muito bem ,vim te desejar uma semaninha cheia de boas coisas e dizer que adoro muito ser tua amiga.

    um bju bem coladinho em ti com gotinhas de carinho.

    ResponderExcluir
  3. Uauau q delicia de postagem um tio cinquentenário, acho qnão fingi e sim usa de todas as aenrgias para agaradar, foi o tempo em q dava pra fingir, fingir e deixar o tempo passar, mas...pensando bem hoje acho q o controle é maior, bela matéria, gostei muiiiito, pra vc bjos, bjos e bjossssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Oi minha linda, tudo bom?

    Pois é, e os homens muitas vezes nem imaginam que a mulher está fingindo.
    Eu sou contra, nunca fingi... fingir prazer deve ser uó rsrsrs.

    Minha querida, linda semana pra você.
    Te adoro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mar!
    Saudades de vc!
    Olha para mim fingir prazer e orgasmo é uma burrice.
    Se o homem não está agradando e ela não sente prazer por isso, como ele vai melhorar ou mudar o seu comportamento, se achar que está tudo bem?
    Sou da opinião que a verdade tem que ser dita, não gostou, não gozou, fala e pronto! Recomeça novamente de outro jeito e ve se dá certo!
    BJOS
    Lena

    ResponderExcluir
  6. Já encontrei uma mulher destas pela frente. Foi horrível. Tomei pavor dela.

    Muitas mulheres pensam que os homens não sacam destas coisas, mais alguns sacam, e podem acabar se ferrando legal por fingir.

    Legal saber das dicas sobre ruborização dos seios, para saber se tá agradando ou não. Essa daí pra mim é nova.

    Tá anotado no meu caderninho professora.

    Beijos do Conde.

    ResponderExcluir
  7. Mulher falar que NUNCA fingiu orgasmo me lembra um pouco aquela história de homem falar que nunca brochou na vida, sabe, professora!!!

    Ainda mais nos relacionamentos muito longos. Quem viveu um casamento ou uma relação mais estável sabe que chega uma hora, nem que seja uma única vez, a mulher acaba sucumbindo a esse artifício ou sacrifício para agradar seu homem.

    E sinceramente não vejo mal nenhum nisso, desde que não se torne um hábito.

    Contudo, pessoalmente, hoje prefiro falar a verdade e expor ao parceiro que não cheguei ao orgasmo e, se for mesmo um bom parceiro, nem preciso dizer; ele saberá.

    O orgasmo feminino é um labirinto muito intrincado. Por isso, as estatísticas demonstram a insatisfação feminina.

    Acredito que sempre com muito diálogo é possível contornar toda e qualquer dificuldade, sobretudo no sexo.

    Que post maravilhoso! Parabéns mais uma vez, Minha Loira Deliciosa!!!

    Saudades!

    Agora finalmente estou voltando à ativa e com muita alegria!

    Tenha uma semana de muito êxtase e amor!

    BEIJÃO!!!

    Lu

    ResponderExcluir
  8. Fingir é enganar a si mesma,,,,beijos minha linda...otima quinta pra ti...saudades...

    ResponderExcluir
  9. claro que já fingi... mas hoje quando o clima acaba, peço um time e recomeçamos depois.

    fingir é uma m*!


    bjs, mar.

    ResponderExcluir
  10. Amiga minha alteração cardíaca e respiratória anda a mil kkkkk nem teria como fingir!!! Bjs, ti adoro...

    ResponderExcluir
  11. ººº
    Mulher que finge orgasmo é uma pena... e como diz a Lena, se isso não for falado como pode ele melhorar? Quem sabe até o problema não é dos dois?

    Bom post!

    BjOO nas 4 bochechas, rs

    ResponderExcluir
  12. Realmente esse assunto gera muita polêmica...isso é notável pelas opiniões aqui postadas....
    Vejam só...cada um tem sua maneira de ser...algumas acham que vale a pena fingir para agradar o parceiro...mesmo que seja em um dia em que não esteja legal...preferem demonstar ao parceiro que foi maravilhoso...apenas para deixá-lo feliz....
    Minha opinião pessoal é diferente...meu corpo funciona de outra forma....sexo é uma terapia para mim....
    Se estou irritada, chateada ou em um dia ruim...ou mesmo cansada...preciso de sexo para ficar bem....o sexo me relaxa...então não consigo fingir...ou foi maravilhoso e goxei muito...ou não foi e pronto...e isso deve ser compartilhado com o parceiro...até para que ele não sinta-se culpado ou comece a ter idéias e interpretações erradas que podem acarretar em problemas para sua saúde sexual como uma ejaculação precoce....mas essa é a minha maneira de ser....e respeito a maneira de cada um...mas estou adorando essa diferença de opiniões...pois aprendemos muito sobre as diferenças da sexualidade....
    Bjs a todos....

    ResponderExcluir
  13. Oi, vim te avisar que tem dois lindos selinhos te esperando. Espero que goste. Beijos.
    http://memesdamiss.blogspot.com/2010/11/selinhos-carinhosos.html

    te amooooooooooooo amiga beijossssssss.

    ResponderExcluir
  14. Ôi, Mar, minha Gostosa!

    Voltei aqui neste post apenas para esclarecer que talvez eu não tenha me expressado da forma correta em meu comment anterior.

    O que quis dizer que não vejo mal algum em fingir às vezes (e raramente) para agradar o parceiro é naquelas situações em que acontece algo e que para evitar maior stress recorre-se a esse 'recurso' não muito louvável de fingir prazer.

    Mas é óbvio que abomino essa prática no cotidiano das pessoas. Penso que a mulher precisa buscar o diálogo e expor ao parceiro SEMPRE o que lhe dá mais prazer e satisfação e, assim, poderem juntos viver uma vida sexual plena e feliz.

    Espero que tenha conseguido deixar tudo mais claro agora.

    Fingir é horrível e deplorável, sem dúvida alguma. O problema é que somos seres humanos falíveis e muitas vezes com limitações que nos levam a cometer atos não tão ideais assim. Só isso, ok?

    Beijo grande, Minha Loira!!!!!

    Lu

    ResponderExcluir

Compartilhe desejos...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails