sexta-feira, 28 de maio de 2010

VEM...ESSA É PARA VC...MEU DESEJO PROÍBIDO...


Te quero sem culpa, sem medo...
Abra as portas...
Vou entrar e explorar...
Essa fonte de desejo...
Deseje meu corpo, suga minha boca...
Com a sua língua atrevida...
Caminhar na tua vontade...
Descobrir os segredos...
Que teu corpo guarda...
Me molho em  te desejar...
Me molho só de pensar...
Embalar as vontades...
Aprender, satisfazer...
Quero o veneno do teu prazer..
Explorar tua geografia...
Tocar, beijar, morder...
Fazer loucura...
Ser totalmente impura...
Embaralhar o teu dia...
Com meu cheiro, minha magia...
Acorde esse vulcão...
Deixe-me esticada no chão...
E me tire a compostura...
Quero ser tua amante...
Tua mulher de chama acesa...
Insana, vadia e profana...
Ser tentada e penetrada...
No chão ou em uma cabana...
Ser dengosa, melosa, caprichosa...
Sentir  tua língua...
Quero te beliscar, te morder...
Cavalgar, cansar...
Obscena e entregue as tuas vontades...
E pelo teu gozo nas minhas saliências...
Quero teu orgasmo alucinante...
Estremeça comigo...
Grita com esse  prazer alucinante...
Totalmente em gozo, totalmente amante...
Me conduza  ao teu momento de êxtase...
Sussura nos meus ouvidos, geme, grita...
Pq esse é o nosso segredo...
Mas aqui entre nós todo esse prazer é permitido...
Então vem...
Não me torture com essa espera...
Vc me deseja...
Eu quero te realizar e te fazer meu homem...
Me dê apenas um sinal...
E eu vou ao seu encontro...
Vestida para vc...
Uma garrafa de vinho tinto e 2 taças...
É o que preciso para com vc brindar
A sua decisão de  comigo se realizar...
         Hj estou precisando que vc me pegue com vontade...e venha realizar loucuras...
vc me deseja e quer comigo cometer todas as luxúrias e desejos...então pare de resistir...
Me deixe realizar suas vontades...vc não vai se arrepender...venha fazer desse o nosso
segredo...Estou te esperando...
                                                         Bjs...Mar...

Um comentário:

  1. Voce é impar, só eu sou teu par

    Teu livre arbítrio, não a culpa
    Portas, aqui não a trancas
    Aqui tu entras até nas entranhas
    Vá a fonte onde desejos, vêem com beijos
    Aqui depois da entrada, como a tua boca
    Sugando cada pedaço dos teus lábios
    Sou atrevido com todo meu corpo
    Imagine minha língua descobrindo
    Todos os teus relevos, sou um bandido
    Se deixe levar pelas minhas vontades
    Teu corpo a cada dia mole e vadio vou realizar
    Querendo descansar , mas tua nudez
    Me faz Lobo vil
    Mexo e envolvo, quieta não a deixo
    Sei que sabe muito bem meu querer
    Nunca me faltara tua luxuria
    Pois tua boca será muito vadia
    Vai lamber meu corpo, chupar de verdade
    Meu veneno é doce e vicia
    Venha quero que experimente um só dia
    Ai será minha te torno impura
    Mas satisfeita e querendo toda loucura
    Que eu tenho fantasiado contigo
    Farei ficar estendida de tanta penetração
    Com vigor e toda a minha tentação
    Será profana, puta e amante linda
    Na cama entre quatro paredes
    Também quero teus caprichos, teus dengos
    Assim dou-te um banho de gato
    Com minha boca , fervo teu sangue
    E te desfaço, em gozo, grito e gemido
    Mostrara toda tua libido obscena e saliente
    Sei que vou deixar teus sentidos
    Como se estive com lente de aumento
    Lógico quero tudo o que sonha e sente
    Lhe dar é prazeroso para esse aqui
    Pois meus sentimentos antes perdidos
    Relutam acreditar que você venha
    Com vinho e taça, se entregar
    Não me importo quando, o sinal
    Foi lançado, não há desculpas cabíveis
    Quem é aqui mesmo o torturado
    Desfila e me joga sabores, quem sofre de desejo
    Neste longo interlúdio, não me digas que abuso
    Cuidado com as entrelinhas, pois você é meu abrigo
    Aqui você é impar. Só comigo será um verdadeiro par
    Não realizo sozinho , gruda no meu umbigo
    Sussurra besteira e me deixa deslizar
    Minha mão atrevida, neste gostoso traseiro
    Como te quero e preciso
    Como te anseio e busco
    Como sonho que realize tua luxuria e putos desejos
    Eu que te chamo , mas não me escuta
    Não se faça de desatenta
    Pois a vida passa e você lamenta
    Parece que tens muitos medos
    Mas não arrependimentos daquilo que pode fazer
    E saiba que aceito guarda todo e qualquer segredo
    Por um segundo do teu olhar e um verdadeiro beijo

    Ulisses Reis®
    31/05/2010

    Para a-Mar

    ResponderExcluir

Compartilhe desejos...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails